Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Encontrado morto após cair de muro

Um homem de 67 anos foi, ontem, encontrado morto depois de ter sido visto pela última vez no dia anterior em Taíde, Póvoa de Lanhoso. João Pereira estava a apanhar lenha quando caiu de um muro com cerca de três metros de altura.
18 de Janeiro de 2011 às 00:30
O corpo de João Pereira foi retirado pelos bombeiros perante os olhares do filho Henrique  e dos vizinhos. Autópsia deve ser feita hoje
O corpo de João Pereira foi retirado pelos bombeiros perante os olhares do filho Henrique e dos vizinhos. Autópsia deve ser feita hoje FOTO: Nuno Fernandes Veiga

O cadáver foi descoberto pelos vizinhos, que também estranharam a ausência do homem desde anteontem. João Pereira, que vive sozinho, tinha sido visto pela última vez ao final da tarde de anteontem. "Tinha ido ontem [anteontem] comigo à festa de Santo Amaro. Depois, cada um foi para seu lado e à noite deram pela falta dele", contou ao CM o filho da vítima, Henrique Pereira.

O filho e os vizinhos de João estiveram, anteontem à noite, à sua procura. A ausência também foi notada no centro social, onde João, operário fabril reformado, costumava tomar as refeições.

O cadáver foi encontrado pelos vizinhos por volta das 13h15 de ontem num campo junto à rua Dr. Brito, em Porto D’Ave, perto de casa da vítima.

Ao que o CM apurou, João Pereira ia buscar um cedro para cortar para lenha quando terá subido a um muro para passar para um caminho. Já com a árvore na mão, escorregou e caiu de uma altura de três metros. "Tinha o vício de apanhar lenha, ferros e papéis. Costumava andar sempre sozinho e fazia sempre os mesmos trajectos", lamentou o filho. O cadáver foi transportado pelos bombeiros de Póvoa de Lanhoso para a morgue do hospital local. A autópsia será realizada hoje em Braga. O acidente está a ser investigado pela GNR.

PÓVOA DO LANHOSO MORTE MURO AUTÓPSIA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)