Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Enfermeira contradiz médica

Madalena Serra, co-arguida na acusação de homicídio por negligência de Carlos Mascarenhas, foi ontem ouvida nos Juízos Cíveis de Lisboa.
9 de Janeiro de 2008 às 00:00
A antiga enfermeira do Hospital Egas Moniz, afirmou que o paciente chegou à enfermaria agitado, com uma respiração muito rápida e a dizer que tinha faltas de ar e que o mesmo foi comunicado à médica anestesista Manuela Veringer – a outra arguida – e ainda ao cirurgião responsável pela operação. Madalena Serra disse ainda que pediu aos clínicos que passassem pela enfermaria.
Também Carla Mascarenhas, irmã da vítima, foi ouvida enquanto testemunha e afirmou que tanto ela como outra familiar chamaram as enfermeiras várias vezes porque o irmão se sentia mal e transpirava bastante e que as mesmas não observaram o paciente. Carla Mascarenhas afirmou que a co-arguida Madalena Serra a expulsou do quarto.
Carlos Mascarenhas tinha 30 anos e morreu, no dia 28 de Agosto de 2002, horas após uma cirurgia a dois quistos na região cervical.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)