Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

"Marcador de posição" encontrado nos mares da Calheta

Detonação foi efetuada em terra pela polícia.
Correio da Manhã 25 de Agosto de 2019 às 17:29
Engenho explosivo encontrado na praia da Calheta na Madeira
Engenho explosivo encontrado na praia da Calheta na Madeira
Engenho explosivo encontrado na praia da Calheta na Madeira
Engenho explosivo encontrado na praia da Calheta na Madeira
Engenho explosivo encontrado na praia da Calheta na Madeira
Engenho explosivo encontrado na praia da Calheta na Madeira
A Equipa de Inativação de Engenhos Explosivos e Segurança em Subsolo do Comando Regional da Madeira da Polícia de Segurança Pública destruiu este domingo "um marcador de posição no mar" encontrado a boiar na Calheta, a oeste do arquipélago.

Um comunicado do Comando Regional da Madeira da Polícia Marítima revela que "hoje, pelas 13h00 horas, o responsável pelo comando de uma embarcação marítimo-turística, com 14 pessoas a bordo, comunicou ao Piquete da Polícia Marítima no Funchal ter detetado e recolhido um objeto do mar semelhante a uma "bomba, de tipo militar", com previsão de chegada à Marina da Calheta pelas 14h00, tendo sido dadas instruções para que não tocassem mais no objeto".

Após partilha via e-mail, o objeto foi identificado como sendo "um marcador de posição no mar, cujo componente ativo é um derivado do fósforo, que reage com a água e com a atmosfera, entrando em combustão e produzindo fumo".

A Autoridade Marítima projetou para o local uma equipa da Polícia Marítima, tendo sido solicitado também o apoio à Esquadra da Calheta da PSP.

Evacuado os passageiros e tripulantes, "o objeto foi movimentado para junto do ponto de recolha de lixo no interior da área de atracação, o que obrigou à evacuação de todas as pessoas que se encontravam num restaurante dentro do perímetro de segurança com um raio de 150 metros, estabelecido em função das especificidades da matéria perigosa, com o apoio adicional da BIR/PSP, e que contou com a pronta cooperação de todos".

"O marcador fumígeno em causa foi removido em segurança e destruído pela Equipa de Inativação de Engenhos Explosivos e Segurança em Subsolo da Unidade de Apoio Policial do Comando Regional da Madeira da Polícia de Segurança Pública, num dispositivo que contou com o empenhamento dos Bombeiros Voluntários da Calheta e a colaboração da administração da Marina", acrescenta o comunicado.

A normalidade foi reposta pelas 16h00 horas e a Polícia Marítima tomou conta da ocorrência.
Calheta Madeira questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)