Engravida enteada que violou sete anos

Há sete anos que ‘Mariana’ sofria em silêncio e escondia, a custo, as violações repetidas de que era alvo por parte do padrasto, na casa da família, em Gaia. Mas anteontem, quando foi levada pela mãe ao médico, porque estranhava ter muitos enjoos, a menina de 15 anos já desconfiava de que estava grávida. Mas nada disse à mãe, por vergonha.
14.09.12
  • partilhe
  • 0
  • +
Engravida enteada que violou sete anos
Foto Ricardo Cabral

Mal saíram do centro de saúde, a mãe levou a menina àPolicia Judiciária do Porto, que poucas horas depois deteve o padrasto da menor, de 42 anos. O pedófilo foi ontem levado a tribunal e o CM sabe que tentou negar a versão de ‘Mariana’, tentando desculpar-se e garantindo que não é o pai do bebé. A menina – grávida de pouco mais de um mês – ainda não decidiu se quer fazer um aborto.

O predador sexual foi libertado pelo juiz do TIC do Porto, depois de garantir que vai viver para casa de familiares. Está proibido de contactar com a menor e obrigado a apresentar-se duas vezes por semana à policia.

Há cerca de seis anos, ‘Mariana’ ouviu a irmã mais velha aligar à mãe de ambas, a pedirsocorro porque o padrasto – cantoneiro – estava a tentar violá--la. Depois de uma discussão, o cantoneiro saiu de casa, numa freguesia de Vila Nova de Gaia, mas nunca chegou a ser formalizada qualquer queixa. O pedófilo voltou para a casa de ‘Mariana’, passando das carícias a actos sexuais forçados.

A menina começou a ser abusada quando ia ver televisão para o quarto da mãe – que garante nunca ter desconfiado dos abusos por parte do companheiro. O predador sexual começou por assediar ‘Mariana’ – então com nove anos – para depois lhe dar beijos, a acariciar e despir. As violações decorriam sempre que a companheira se ausentava de casa e de forma repetida.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
8 Comentários
  • De jgomes14.09.12
    Digam quem é ele. Será meu vizinho»?.Bolas, depois da crise tem,os que suportar estes?....
    Responder
     
     0
    !
  • De maria da fé14.09.12
    Decisão aberrante reveladora do criminoso estado da Justiça. Solução? Justiça direta já! Pena mínima: inutilização da arma do crime. Pena justa: eliminação do criminoso - poupam-se custos processuais e hospitalares.
    Responder
     
     2
    !
  • De Observador14.09.12
    Gostava de saber se fosse a filha do Juiz, se ele o soltava tb.
    Responder
     
     8
    !
  • De Limpar Portugal14.09.12
    Ja varias vezes foi dito, o pais esta sem justica,o povo deve comecar a fazer justica a uma minoria que sao os juizes limpar o cebo as uns quantos para estes meterem a maioria dos bandidos dentro para sempre.
    Responder
     
     1
    !
  • De J.R.14.09.12
    Sinto-me muito envergonhado.Eu pergunto, porquê não porem o nome deste (CÃO) bem explícito para que todas as pessoas o conhecessem e até poderia aparecer quem quisesse praticar a caridade e deixar este animal sem pescoço
    Responder
     
     2
    !