Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Entala PSP entre carro e muro

Responsável foi condenado a 15 meses de pena suspensa por coação.
Manuel Jorge Bento 24 de Setembro de 2017 às 01:30
Armazém devoluto
Polícia de Segurança Pública
PSP
Armazém devoluto
Polícia de Segurança Pública
PSP
Armazém devoluto
Polícia de Segurança Pública
PSP
"Faço o que quero e, quando puder, passo por cima de um de vocês", disse Flávio Oliveira aos agentes da PSP que o detiveram, após ter fugido às autoridades e deixado um dos polícias entre o carro que conduzia e a parede de um armazém devoluto, na rua Manuel Pinto de Azevedo, na zona industrial do Porto, a 30 de outubro do ano passado.

O arguido, de 24 anos, foi condenado, há dias, no Tribunal do Bolhão, a 15 meses de prisão, pena suspensa, por resistência e coação.

Quando foi abordado por dois agentes, o arguido estava com uma mulher no carro. Fechou o vidro a um dos agentes e pôs o carro em marcha, projetando a mulher.

O polícia que ficou retido contra a parede ainda conseguiu partir o vidro e desligar a viatura. O jovem fugiu a pé e foi apanhado pelo outro agente.
Flávio Oliveira rua Manuel Pinto de Azevedo PSP Porto Tribunal do Bolhão crime lei e justiça polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)