Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Erros com fardas revoltam polícias

Há diversos problemas com os tamanhos e qualidade das peças.
Ana Isabel Fonseca e Miguel Curado 16 de Maio de 2019 às 08:24
Mangas com vários comprimentos
Peças apresentam vários defeitos
Abertura dos polos com problemas
Fábrica no Paquistão
Mangas com vários comprimentos
Peças apresentam vários defeitos
Abertura dos polos com problemas
Fábrica no Paquistão
Mangas com vários comprimentos
Peças apresentam vários defeitos
Abertura dos polos com problemas
Fábrica no Paquistão
A revolta está instalada entre os polícias. Nas últimas semanas somam-se as denúncias de problemas com as fardas que são encomendadas através de uma plataforma online.

Há muitas queixas de problemas com os tamanhos -dois polos M têm, por exemplo, medidas diferentes e as mangas também não têm o mesmo comprimento - e com a qualidade das fardas, que não têm sempre a mesma cor e que desbotam com muita facilidade.

O fornecimento das peças foi entregue a uma empresa do Minho, mas ao que o CM apurou o fardamento está ser produzido em Sialkot, no Paquistão. Cada operário ganha em média 30 euros por mês.

Para além dos problemas com as medidas e com a qualidade das peças existem também queixas relativamente à demora na entrega das encomendas, que atingem os dois meses. Há ainda casos de receção de peças diferentes das encomendadas.

"Não se compreende que após tantos anos a ser preparada uma plataforma de aquisição de fardamento online, e a preparar todo o processo para escolher as empresas fornecedoras, os polícias se estejam hoje a confrontar com problemas desta natureza", diz um comunicado da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP).

No mesmo documento, o Sindicato dá conta de que já enviou dois ofícios à Direção Nacional a dar contas das queixas e a pedir urgência na resolução.

O CM tentou obter também esclarecimentos da Direção Nacional da PSP, mas sem sucesso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)