Escola deixou crianças à fome

Nada justifica uma criança passar fome. Não é justo castigá-la a ela." A crítica é de Teresa Francisco, mãe de uma criança de cinco anos que foi proibida de almoçar na última quinta-feira na EB1 nº 2 de Quarteira (Loulé). Tudo porque a família não pagou a mensalidade da alimentação, cerca de 30 euros.
16.10.12
Escola deixou crianças à fome
Criança impedida de almoçar na EB1 n.º 2 de Quarteira, do Agrupamento de Escolas Dr.ª Laura Ayres Foto luís costa

A denúncia do caso partiu de pais de outros alunos, que pediram anonimato, que ficaram revoltados com a situação, considerando um acto de "má-fé" a forma encontrada pela escola para lidar com o caso. Ao que o CM apurou, mais alunos não almoçaram nesse dia pelos mesmos motivos, noutras escolas do Agrupamento Dr.ª Laura Ayres.

A aluna da EB1 nº2 frequenta a pré-primária e terá mesmo ficado "sentada ao lado dos colegas, sem refeição, enquanto estes almoçavam", conta Teresa Francisco. Vários pais criticam a violência psicológica a que a menina foi sujeita e afirmam que "uma das funcionárias foi impedida pela direcção da escola de pagar a refeição da menina do seu próprio bolso".

Sobre o assunto, a directora, Conceição Bernardes, explica que "todos os pais foram informados das medidas, que seriam aplicadas caso não regularizassem as dívidas até 9 de Outubro". Além disso, "podiam ter pedido a renegociação desses valores e até dos escalões, mas alguns foram negligentes e não o fizeram". Os casos de incumprimento "foram participados à Comissão de Protecção de Crianças e Jovens".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
146 Comentários
  • De jose pereira19.10.12
    Uma palavra só a pessoa que negou a refeição a criança independente dos pais não pagarem a mensalidade, por e simplesmente espulça do seu posto de serviço der-lhe so pão e azeitonas durante um ano
    Responder
     
     1
    !
  • De LUIS ARAUJO19.10.12
    A DIRECTORA,DAVA DE COMER A MENINA ,E DEPOIS CHAMAVA O TRIBUNAL DE MENORES,,,,,AGORA VIREM COM DESCULPAS,JA É TARDE.
    Responder
     
     5
    !
  • De Carlos Ramos19.10.12
    É por estas e por outras que o país está como está... Quer dizer, a professora devia ser castigada porque os pais não pagam o que devem. De quem é o filho? Anda tudo pendurado ao estado... porra. Ninguem morreu á fome.
    Responder
     
     10
    !
  • De Ana Paula18.10.12
    Os pais da criança não procederam bem mas a Directora teve uma atitude desumana e indecente.Por vezes existem situações excepcionais que requerem atitudes especiais.Um bem haja à funcionaria "óptima pessoa".
    Responder
     
     1
    !
  • De M18.10.12
    Não tem dinheiro para pagar à escola e permitir que outras crianças carenciadas comam. mas já tem dinheiro para advogados e talvez tirar o emprego a quem dedicou a sua vida às crianças. Isto é muito justo! Oportunista!
    Responder
     
     3
    !