Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Esfaqueia mulher e escapa à cadeia

O Tribunal de Famalicão condenou a cinco anos de prisão, em pena suspensa, João Amadeu, o homem que, em Agosto do ano passado, esfaqueou oito vezes a mulher, deixando-a esvair-se em sangue à sua frente. Apesar de o réu ter negado sempre a autoria dos golpes violentos, o Tribunal deu ontem como provado que o homem, de 55 anos, esfaqueou a mulher com a intenção de lhe tirar a vida, condenando-o portanto por homicídio qualificado na forma tentada.
29 de Abril de 2011 às 00:30
Arguido, de 55 anos, foi ontem ao Tribunal de Famalicão conhecer a sentença
Arguido, de 55 anos, foi ontem ao Tribunal de Famalicão conhecer a sentença FOTO: direitos reservados

Glória, a vítima, não prestou quaisquer declarações durante todo o julgamento, numa atitude imitada pelo filho do casal, mas as provas baseadas nas perícias feitas ao local, à faca de cozinha utilizada nos golpes, às roupas da vítima e às de João Amadeu provam, de acordo com o Tribunal de Famalicão, que foi o homem de 55 anos que cometeu o crime com base num cenário de violência doméstica.

" Teve oportunidade de falar sobre os factos de que vinha acusado, de os ter admitido e de demonstrar arrependimento, mas nunca o fez, factos que não abonaram a seu favor", sublinhou a juíza na leitura da sentença, lamentando o facto de João Amadeu nunca ter assumido o que tinha feito ou demonstrado qualquer remorso durante todo o processo. 

vítima sangue esvair-se facadas golpes cadeia
Ver comentários