Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

"Esganou-me até eu ficar sem ar"

Empresário, de 49 anos, queixa-se de ter sido atacado por jovem no hall de um prédio.
Liliana Rodrigues 13 de Maio de 2015 às 16:12
Vítima foi tratada no hospital de Braga
Vítima foi tratada no hospital de Braga FOTO: D.R.
"Ele atirou-se ao meu pescoço, por trás, encostou-me à parede e esganou-me até eu ficar sem ar. Tive de me baixar porque já me sentia a desfalecer." O relato é de um empresário que diz ter sido atacado, na segunda-feira à tarde, pelo primo da filha – um jovem com cerca de 20 anos – no hall de entrada de um prédio na cidade de Braga. O homem, de 49 anos, conta ter sido ainda insultado e ameaçado. A PSP foi chamada e identificou o agressor.

Tudo aconteceu cerca das 14h00, depois de a vítima ter estado a almoçar num apartamento de um prédio na Praça das Andorinhas. "Acabou por gerar-se uma discussão com a mãe da minha filha, de 12 anos, e saí do apartamento, trazendo um cesto de roupa e o computador portátil. Ela veio atrás de mim, puxou-me pela camisa e até a rasgou", contou o empresário, que quer manter o anonimato, por medo de represálias.

"Ela chamou o irmão e o sobrinho. Foi o mais novo que me atacou. Apertou-me o pescoço com as duas mãos", relatou. O empresário ficou com marcas no pescoço e teve mesmo de receber tratamento hospitalar.


Depois de identificado pela PSP, o agressor terá ainda insultado e ameaçado a vítima: "Isto não vai ficar assim, tens os dias contados", terá dito o jovem. O empresário vai apresentar queixa formal hoje na PSP.
empresário atacado jovem prédio esganou
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)