Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Esmurrou homem e levou tiro na cara

Nuno L., de 33 anos, bebia tranquilamente, na madrugada de ontem, uma cerveja no posto de abastecimento de combustível da Repsol, em Albufeira, quando um carro com três homens chegou ao local.
2 de Março de 2008 às 00:30
Conhecia-os a todos, sobretudo a um, Paulo H., que já o tinha agredido. Houve uma breve troca de palavras e, de repente, sem que nada o deixasse prever, Nuno foi mais uma vez esmurrado pelo mesmo indivíduo.
De cabeça perdida, o agredido passou a agressor e, com uma arma que foi buscar a casa, disparou contra Paulo H., atingindo-o na cara. Em seguida, pegou na motorizada e dirigiu-se ao Posto da GNR de Albufeira, onde se entregou, bem como à arma ilegal utilizada no crime, que o CM apurou tratar-se de uma espingarda de pressão de ar, de canos cortados e adaptada a 9 mm. Eram cerca das 05h00.
O empregado da Repsol, que fazia o serviço nocturno, ouviu o ruído do tiro e foi ver o que se passava, deparando-se com a vítima caída junto aos caixotes do lixo existentes no local, tendo alertado o INEM e a GNR. Paulo H. era já referenciadado pelas autoridades por crimes menores.
Quanto a Nuno L., detido pelos militares, foi presente ontem à tarde ao tribunal de turno, em Portimão, para primeiro interrogatório judicial e estava ainda a ser ouvido à hora do fecho da nossa edição.
A Polícia Judiciária de Faro tomou conta do caso e procede a investigações com vista ao total esclarecimento da situação.
FERIDO NA FACE E NUM OLHO
Ferido com gravidade – foi atingido na face e no olho esquerdos por diversos ‘chumbos’, tendo o tiro sido efectuado a curta distância –, Paulo H. foi assistido ainda no posto de abastecimento de combustível por uma equipa médica do INEM e transportado numa ambulância dos Bombeiros Voluntários de Albufeira para o Hospital Central de Faro. Seguiu depois, de urgência, para o Hospital de S. José, em Lisboa, onde se encontra internado, devendo ser submetido a uma intervenção cirúrgica para extracção dos projécteis que ficaram alojados. Fonte médica contactada pelo CM esclareceu que a vítima não se encontra em perigo de vida, estando estabilizada e consciente.
Ver comentários