Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Espanca mulher na rua e é preso

Regressavam a casa depois de uma noite de diversão, quando a violência das palavras deu lugar à violência física em plena rua de Faro. A mulher foi espancada com socos e pontapés. O homem foi detido pela PSP em flagrante.
14 de Dezembro de 2010 às 00:30
Agressão aconteceu na rua de São Pedro quando vítima e agressor regressavam de noite de diversão
Agressão aconteceu na rua de São Pedro quando vítima e agressor regressavam de noite de diversão FOTO: Luís Costa

O caso, que só não terá tido um final mais trágico devido à rápida actuação da PSP, aconteceu na madrugada de domingo. E junta-se aos vários casos de violência doméstica que, ao que o CM apurou, aumentaram cerca de 30 por cento, em 2010, no Algarve.

A vítima, estrangeira, tem 31 anos. Depois da intervenção de uma patrulha da PSP de Faro, na rua de São Pedro, foi de imediato socorrida. "Vinham na rua quando começaram a discutir. De repente, o homem atirou a mulher ao chão e começou a dar-lhe pontapés e socos", recordou ao CM uma testemunha, que pediu para não ser identificada.

O agressor, com 34 anos, estava embriagado. Foi de imediato detido e ouvido ontem pelo Ministério Público de Faro. À hora de fecho desta edição ainda não era conhecida a medida de coacção aplicada.

Segundo foi possível apurar junto de fonte da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), o número de casos "aumentou em praticamente todos os gabinetes de apoio à vítima do Algarve".

Ao que o CM apurou, só em Faro e Olhão, até Outubro, foram abertos 272 processos de violência doméstica, mais 71 do que em 2009. Também em Portimão foram sinalizados mais 67 casos do que em igual período do ano passado. "O agravamento das necessidades em casa pode ser um dos factores para o aumento dos casos mas não é o único", observou a fonte da APAV.

faro mulher espancada agressão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)