Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Espancada e atada à cama em assalto

Uma janela deixada aberta durante a noite de ontem transformou-se num pesadelo para Conceição Teixeira, 53 anos, na Marisol, Almada. Já de madrugada, dois assaltantes com lenços na cara invadiram a vivenda e sequestraram a mulher durante mais de meia hora. Acabou espancada e roubada.
18 de Novembro de 2012 às 01:00
Maria Teixeira, irmã da vítima, mostra a janela por onde os dois assaltantes entraram na vivenda
Maria Teixeira, irmã da vítima, mostra a janela por onde os dois assaltantes entraram na vivenda FOTO: Mariline Alves

A vítima ouviu barulho – os assaltantes, a entrar na casa, ainda partiram o vidro da janela – e mal saiu do quarto para ver o que se passava foi deitada na cama pelos dois homens, que lhe amarraram os pés com uma camisa de dormir e taparam o corpo com o lençol.

Deram-lhe vários murros e pontapés. Violentos, os assaltantes perguntaram onde a mulher tinha o ouro e o dinheiro e levaram duzentos euros em dinheiro e várias peças de ouro, avaliadas no total em cinco mil euros. "Tive de dar um calmante à minha irmã para ela dormir. Ela ficou em choque. Chamou logo uma vizinha para a ajudar mal conseguiu tirar a camisa de dormir com que lhe amarraram os pés", contou ontem à tarde ao CM a irmã, Maria Teixeira.

"Eles devem ter ficado todos contentes quando viram o ouro. Levaram-lhe uma pulseira grossa que pesa quase meio quilo. Ela até ouviu um deles a dizer: ‘Olha esta pulseirona." A vivenda tem videovigilância e alarme, mas ontem estava tudo desligado. A vítima está a atravessar um processo de divórcio com um empresário francês. Tem duas filhas que não vivem com ela.

AMARRADA ASSALTADA ROUBADA AGREDIDA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)