Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Espancada por marido alcoólico

Mais um internamento no Hospital de Santa Maria, Lisboa, mais um caso de violência doméstica vivido ontem por Luísa (nome fictício), com cerca de 50 anos e bancária, a acrescentar às variadíssimas agressões de que tem sido vítima ao longo de 35 anos de casamento, em Vila Pedro, Bairro das Galinheiras, na Alta de Lisboa.
22 de Agosto de 2010 às 00:30
Vítima e agressor já são conhecidos tanto no hospital de Santa Maria como na PSP de Lisboa
Vítima e agressor já são conhecidos tanto no hospital de Santa Maria como na PSP de Lisboa FOTO: Simulação

O marido, taxista e alcoólico, há muito que é conhecido pelas autoridades. Há tantos anos quantos Luísa é conhecida no Hospital de Santa Maria por aparecer bastante mal tratada às mãos do companheiro de vida e pai dos seus filhos.

Ontem, não foi excepção. O CM sabe que Luísa deu entrada em Santa Maria com hematomas em todo o corpo e ao início da tarde teve alta, sem apresentar queixa.

Há uns anos, antes das agressões por violência doméstica terem passado a crime público, Luísa apresentou queixa contra o marido, mas a pedido dos filhos retirou a queixa. No ano passado, uma denúncia anónima, dando conta que o agressor tinha em casa várias armas em situação ilegal, levou a PSP a casa de Luísa com um mandado de busca, onde procedeu à apreensão das armas.

Este ano, nos primeiros seis meses, o Ministério Público abriu 4546 inquéritos em Lisboa por violência doméstica. Em 2009, foram assassinadas 29 mulheres.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)