Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Espancado até à morte em rixa

Barbaramente agredido por um grupo de três a quatro pessoas, Paulo Ferreira, 41 anos, não resistiu aos graves ferimentos no crânio. O homem terá sido agredido até à morte num ajuste de contas relacionado com o tráfico de droga, ontem à tarde, em Valadares, Vila Nova de Gaia.

26 de Junho de 2012 às 01:00
MORTE, ESPANCADO, AGRESSÃO, RIXA, GAIA
MORTE, ESPANCADO, AGRESSÃO, RIXA, GAIA FOTO: Vítor Mota/ Simulação

O alerta foi dado à PSP e aos bombeiros por volta das 14h40. Quando a patrulha e a corporação chegaram à rua do Crasto, alertados por uma chamada anónima, Paulo Ferreira estava deitado no chão numa poça de sangue. Ainda estava consciente, mas acabou por entrar em paragem cardiorrespiratória. Os médicos ainda o tentaram reanimar durante cerca de 20 minutos, mas sem êxito.

Ontem, durante toda a tarde, a Polícia Judiciária do Porto, que assumiu a investigação do linchamento, ouviu dezenas de moradores. Mas até ao fecho desta edição não tinham encontrado nenhuma testemunha das agressões ocorridas próximo de um café. Mas, segundo fonte policial, tudo indica que na origem da morte tenha estado desentendimentos ligados ao tráfico de droga.

O corpo da vítima, residente em Valadares, foi transportado pelos bombeiros locais para o IML do Porto.

MORTE ESPANCADO AGRESSÃO RIXA GAIA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)