Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Estado continua a poupar nos medicamentos

A comparticipação dos medicamentos através do sistema de preços de referência continua a ser benéfica para o Estado, segundo os últimos dados da Associação Nacional de Farmácias.
23 de Fevereiro de 2005 às 08:22
Estado continua a poupar nos medicamentos
Estado continua a poupar nos medicamentos FOTO: d.r.
Estes dados apontam para a diminuição da despesa do Serviço Nacional de Saúde que, no mês de Novembro do ano passado, poupou 9,21 milhões de euros, o valor mais alto desde a implementação deste sistema de preços, em Março de 2003.
Ao mesmo tempo, assistiu-se ainda a um aumento de 9,8 por cento na dispensa de medicamentos genéricos, o valor mais elevado de sempre, mas ainda não suficiente para reducir as despesas dos doentes.
Entre Janeiro e Novembro de 2004, os portugueses tiveram uma despesa adicional de 14,8 milhões de euros com medicamentos, justificada com o facto de não ser ainda generalizada a dispensa de genéricos.
Outra das justificações apontadas para o aumento da despesa por parte dos doentes é a pouca redução do preço de novos medicamentos com genéricos no mercado, comparativamente com o que aconteceu em 2003.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)