Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Estado paga 25 mil euros por queixa de preso

Francês ateou fogo a um quarto numa pousada em Faro.
Cláudia Machado 23 de Janeiro de 2019 às 08:59
Francês ateou fogo a um quarto numa pousada em Faro
Prisão
Grades de Prisão
Francês ateou fogo a um quarto numa pousada em Faro
Prisão
Grades de Prisão
Francês ateou fogo a um quarto numa pousada em Faro
Prisão
Grades de Prisão
O Estado português chegou a acordo com um jovem francês, que apresentou queixa no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem (TEDH) por "ter sido alvo de um tratamento desumano e degradante" durante o período em que esteve detido na cadeia de Faro.

O acordo implica o pagamento de uma indemnização de 25 mil euros a Titouan Mathiot, de 27 anos, que a 2 de outubro de 2015 ateou fogo a um dos quartos da Pousada da Juventude de Faro.

"Fechei a porta do quarto à chave, atirei álcool para cima da cama e ateei o fogo com o isqueiro", admitiu, na altura, em tribunal.

Titouan Mathiot alegou, junto do TEDH, que a Justiça portuguesa reconheceu que se encontrava num estado de "insanidade" durante o crime e ordenou que fosse alvo de internamento psiquiátrico por três anos.

Mathiot deu entrada no Hospital Prisional de São João de Deus (Oeiras) em abril de 2017, após ter tentado o suicídio na cadeia de Faro, onde esteve em prisão preventiva.

O jovem afirma que esse período, que passou "numa cela coletiva com 16 pessoas", "agravou o seu estado de saúde mental" e colocou a sua vida "em risco".
Ver comentários