Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

“Estamos todos aterrorizados”

Aterrorizados com o assalto e sequestro de que foram alvo, anteontem de manhã, na própria casa, em Vila Nogueira de Azeitão, Setúbal, a família receia todos os que se aproximam da vivenda. Ao CM apenas referiram que "psicologicamente [o trauma] vai ser irreparável" e que "estamos aterrorizados com o que se passou".
26 de Fevereiro de 2011 às 00:30

Anteontem de manhã, pelas 10h30, um homem saltou a vedação da vivenda, que fica situada numa zona muito habitada, e entrou dentro da casa, onde estava um homem, que foi imobilizado com uma arma eléctrica tipo Taser. A vítima foi depois coagida, com a Taser apontada à cabeça, a abrir o portão da garagem, por onde entraram outros dois assaltantes. A vítima e o filho, que estava num dos quartos, foram então atados. "Mas ninguém ficou ferido", garantiu ontem a mulher da vítima.

O assalto, tal como o CM noticiou ontem, rendeu centenas de euros em dinheiro, que estavam guardados num cofre, um BMW, um computador, ouro e vários telemóveis. Há suspeitas de que um quarto elemento possa estar envolvido.

O caso está a ser agora investigado pela Unidade Nacional de Contra-Terrorismo da Polícia Judiciária, que tem a cargo os sequestros.

Cerca de duas horas e meia depois, dois assaltantes com caçadeiras roubaram uma loja de compra de ouro, em Brejos de Azeitão.

Ver comentários