Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

"Estou encurralada": mãe obrigada a levar filha com epilepsia para o trabalho

Segurança Social garante estar a “diligenciar resposta adequada”.
Aureliana Gomes 8 de Novembro de 2019 às 01:30
Beatriz (ao centro) junto da mãe, Maria Manuel (à direita), e da tia. Jovem de 20 anos sofre de epilepsia refratária
Segurança Social
Beatriz (ao centro) junto da mãe, Maria Manuel (à direita), e da tia. Jovem de 20 anos sofre de epilepsia refratária
Segurança Social
Beatriz (ao centro) junto da mãe, Maria Manuel (à direita), e da tia. Jovem de 20 anos sofre de epilepsia refratária
Segurança Social
"Estou sem luz ao fundo do túnel. Já tentei de tudo e não consigo resposta de lado nenhum. Sinto-me encurralada, sem tempo para mim." O desespero é de Maria Manuel, de Leça da Palmeira, que há um ano leva para o trabalho a filha com epilepsia refratária (rejeita todo o tipo de medicação), após a instituição em que esteve durante dois anos ter rescindido o contrato, na sequência de episódios de agressividade.

Beatriz, de 20 anos, andou na escola até aos 18 e está em casa desde dezembro do ano passado.

A mãe diz-se de mãos e pés atados. "Falei com o meu patrão e ele permitiu que a levasse para o trabalho, mas aquilo que seria uma situação temporária prolonga-se há cerca de um ano. Estamos as duas frustradas", indica.

Em lágrimas, Maria Manuel diz ter já procurado lugar para a filha em todas as instituições do Grande Porto, mas "só há vagas quando alguém morre ou muda de residência". "Falta saber se daqui até a Beatriz ter lugar, ela ainda cá estará", lamentou. "Eu não tenho tempo para mim e não durmo porque o stress é constante", desabafou.

Questionada pelo CM, a Segurança Social confirma que a jovem integrou um centro de atividades ocupacionais de 2016 até dezembro de 2018. "Ao longo da sua integração, a equipa técnica avaliou que o perfil da utente não se adaptava ao contexto da resposta social, necessitando de acompanhamento especializado", indica a entidade, que garante estar a "diligenciar no sentido de encontrar uma resposta adequada".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)