Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Estrangeiros registados aumentam 4,8% em Portugal

O número de imigrantes com autorização de residência em Portugal registou um aumento de 4,8% em 2005, para 275.906 pessoas, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
17 de Dezembro de 2006 às 15:53
Estes dados fazem parte de uma análise sobre indicadores relativos à população estrangeira em Portugal, divulgada pelo INE no âmbito do Dia Internacional dos Migrantes, que se celebra na segunda-feira.
A análise refere que no ano passado, os cabo-verdianos representavam a maior parcela da população estrangeira com autorização para residir em Portugal (20,5%), com 56.433 cidadãos. Os cidadãos brasileiros representam o segundo grupo mais numeroso (31.546), seguidos pelos angolanos (27.697), naturais da Guiné-Bissau (27.648) e do Reino Unido (18.966).
No ano 2000, o número de estrangeiros com residência autorizada era de 207.587, verificando-se no fim de 2005 um acréscimo de mais 32,9%.
O distrito de Lisboa foi o que acolheu mais de metade desta população, com 51,9%; seguindo-se Faro (13,8%) e Setúbal (11%), ainda de acordo com dados relativos ao ano de 2005.
No ano passado, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) prorrogou 93.391 autorizações de permanência, o que corresponde a 50,8% das 183.833 concedidas entre 2001 e 2004.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)