Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Estrangulador fica em prisão preventiva

João ‘Piranha’ Pires, de 36 anos, suspeito de estrangular a mulher até à morte, ficou em prisão preventiva, informou a PJ esta quarta-feira.
12 de Dezembro de 2012 às 13:06
O corpo de Mislene, natural de Goiânia, deverá ser trasladado para o Brasil, após a autópsia no Instituto de Medicina Legal
O corpo de Mislene, natural de Goiânia, deverá ser trasladado para o Brasil, após a autópsia no Instituto de Medicina Legal FOTO: Diogo Pinto

O caso remonta a sábado, dia em que João Pires discutiu com a companheira de cinco anos, Mislene, e depois amarrou-a e estrangulou-a até à morte.

O motard esteve internado nos Cuidados Intensivos do Hospital de São José, em Lisboa, sendo só depois detido pela secção de homicídios da PJ de Lisboa.

Ensanguentado, faca na mão e com golpe na garganta, João ‘Piranha’ Pires, foi encontrado por uma patrulha da PSP, junto à ponte Vasco da Gama, em Sacavém, Loures, horas depois de, suspeita a PJ, ter estrangulado até à morte a mulher, Mislene Franco Pires, 32 anos, na casa de ambos em Alverca, Vila Franca.

O corpo de Mislene, natural de Goiânia, deverá ser trasladado para o Brasil, após a autópsia no Instituto de Medicina Legal.

joão piranha pires estrangulamento estrangulada vasco da gama mislene homicídio
Ver comentários