Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Évora: Água volta às torneiras “em poucas horas”

A Comissão Municipal de Protecção Civil de Évora, liderada pelo autarca José Ernesto D’ Oliveira, garantiu que a água voltará às torneiras “em poucas horas”. “Neste momento já começou o enchimento dos depósitos que vão permitir o reabastecimento à população”, garantiu o edil.
6 de Janeiro de 2010 às 12:50
Água foi cortada em Évora
Água foi cortada em Évora FOTO: D.R.

A mesma comissão atribui este aumento dos iões metálicos na água, nomeadamente de alumínio e manganés, ao facto da albufeira da barragem do Monte Novo, que abastece a cidade, ter enchido abruptamente nos últimos dias devidos às fortes chuvas. Esta situação, que fez acumular substâncias, requereu um reforço no tratamento das águas, que aconteceu durante a madrugada e manhã de hoje.

O anúncio foi feito em conferência de imprensa onde os responsáveis das Águas do Centro Alentejo referiram que a decisão de cortar o abastecimento foi tomada quando os valores de alumínio atingiram os 200 miligramas por litro - os valores recomendados pela Organização Mundial de Saúde – cerca das 23h00 de ontem.

“Podemos garantir que não chegou às torneiras nenhuma água com valores em excesso. A monitorização aconteceu na altura da captação. Só foi distribuída água com qualidade assegurada”, referiu Artur Magalhães, das Águas do Centro Alentejo. “Os valores estão agora normalizados. A monitorização permanente vai manter-se”, acrescentou.

“Casos seja necessário irá ser efectuado novo corte. A prioridade é a saúde pública”, rematou o presidente da Câmara, José Ernesto D' Oliveira.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)