Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Ex-chefe da PSP condenado por vender boxes adulteradas de TV por cabo

Antigo polícia foi sentenciado a um ano e 10 meses de prisão, em pena suspensa, pelo Tribunal de Santarém.
J.N.P. 9 de Novembro de 2019 às 07:36
O ex-chefe da PSP em tribunal
Tribunal
Justiça
O ex-chefe da PSP em tribunal
Tribunal
Justiça
O ex-chefe da PSP em tribunal
Tribunal
Justiça
Um antigo chefe da PSP na Escola Prática de Polícia de Torres Novas foi esta sexta-feira condenado a um ano e 10 meses de prisão, em pena suspensa, pelo Tribunal de Santarém, por ter vendido boxes adulteradas de TV por cabo, cobrando uma mensalidade paralela para fornecer o acesso ilegal aos canais pagos das operadoras comerciais.

O ex-polícia, 59 anos e residente na Golegã, foi considerado culpado dos crimes de acesso ilegítimo, detenção e venda de dispositivos ilícitos, e usurpação de direitos de autor e conexos.

O tribunal considerou ter ficado provado que o ex-chefe da PSP liderou um esquema lucrativo de ‘cardsharing’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)