Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Ex-comandante das Forças Terrestres Faria de Meneses em silêncio sobre Tancos

Furto de material militar dos paióis de Tancos foi revelado no final de junho.
12 de Outubro de 2018 às 15:49
Lista do material roubado de Tancos
Tancos
Tancos
Lista do material roubado de Tancos
Tancos
Tancos
Lista do material roubado de Tancos
Tancos
Tancos
O general Faria de Meneses, comandante das Forças Terrestres à data do furto das armas dos paióis de Tancos, em 2017, evitou esta sexta-feira comentar o processo.

À margem da escola de quadros da Juventude Popular (JP), em Peniche, Leiria, onde foi falar dos desafios da Defesa Nacional, o tenente-general foi questionado pelos jornalistas sobre o caso, mas preferiu ficar em silêncio.

António Faria de Meneses demitiu-se de comandante das Forças Terrestres por, segundo o Expresso, discordar da forma como foram demitidos cinco comandantes no caso do furto de armas em Tancos, em 2017.

O furto de material militar dos paióis de Tancos - instalação entretanto desativada - foi revelado no final de junho de 2017.

Entre o material furtado estavam granadas, incluindo antitanque, explosivos de plástico e uma grande quantidade de munições, tendo sido anunciada a sua recuperação em outubro, na Chamusca, distrito de Santarém.

A Polícia Judiciária deteve, em 25 de setembro, no âmbito da Operação Húbris, que investiga o caso da recuperação das armas furtadas em Tancos, o diretor e outros três responsáveis da Polícia Judiciária Militar, um civil e três elementos do Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Loulé.

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decretou prisão preventiva para o diretor da Polícia Judiciária Militar, Luís Vieira, e para o civil.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)