Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Ex-diretor de cadeia do Montijo livre de punição sobre desvio de dinheiro

Inquérito interno investiga desvio de dinheiro dos reclusos.
M.C. 12 de Outubro de 2019 às 10:34
Prisão do Montijo
Prisão do Montijo
Cadeia do Montijo
Prisão do Montijo
Prisão do Montijo
Cadeia do Montijo
Prisão do Montijo
Prisão do Montijo
Cadeia do Montijo
O ex-diretor adjunto da cadeia do Montijo, que abandonou funções no início deste mês, apresentando-se na cadeia do Linhó, Sintra, para trabalhar como jurista, não será alvo de punições internas no âmbito do inquérito interno que investiga o desvio de cerca de 50 mil euros de dinheiro dos reclusos.

O técnico dos Serviços Prisionais, sabe o CM, nunca chegou a ser nomeado responsável pela tesouraria da prisão. Recebeu apenas ordens para tratar das contas da cadeia.

E foi quando desempenhava essa missão que se detetaram as irregularidades, com o desvio de dinheiro.

Os Serviços Prisionais negam, por isso, que o técnico fosse responsável pela tesouraria da prisão e procuram saber quem desviou os 50 mil euros.

De resto, o diretor-geral Rómulo Mateus enviou, dia 2, uma circular interna para as 49 cadeias, onde considera que o jurista está a ser alvo "de uma campanha de atentado ao bom nome".
Serviços Prisionais Sintra Montijo Linhó crime lei e justiça justiça e direitos prisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)