Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Ex-futebolista Dani ia ao volante com 1,35 g/l

Dani, o ex-jogador de futebol conhecido como amante de festas e da noite, foi detido na madrugada de sexta-feira em Campo de Ourique, Lisboa, por conduzir com excesso de álcool. O ex-jogador soprou no balão e acusou 1,35 g/l, taxa que corresponde a crime.
15 de Outubro de 2006 às 00:00
O ex-jogador de futebol é conhecido como amante das noitadas em discotecas
O ex-jogador de futebol é conhecido como amante das noitadas em discotecas FOTO: Tiago Sousa Dias
Dani, que completa 30 anos no próximo mês, foi apanhado no âmbito de uma operação stop desencadeada pela PSP do Calvário em toda a sua área de actuação (desde as Amoreiras até às Docas). Ele foi apenas um dos 20 detidos nesssa madrugada. Em três horas, a polícia deteve 17 condutores por álcool, dois sem habilitação legal e um homem que tinha pendente um mandado de detenção para cumprir pena de dois anos de cadeia.
Naquela noite, foram apanhados 86 condutores com álcool, ainda assim não acusaram a taxa crime (1,2 g/l) como Dani. O ex-jogador foi presente ao Tribunal de 1.ª Instância, em Lisboa, mas ao início da noite de ontem desconhecia-se se foi ouvido. O CM apurou junto de uma fonte da PSP que, desde que a Direcção Geral de Viação emitiu um comunicado dando conta do erro dos alcoolímetros, muitos juízes têm recusado seguir os processos de condução sob efeito de álcool até a situação se regularizar.
Já não é novidade o gosto de Dani pelas noitadas em discotecas de Lisboa. Foi isso que o afastou do futebol. Aos 18 anos Dani integrou a equipa do Sporting. Era ainda um jovem de carreira promissora, quando foi para o clube inglês West Ham. Não aguentou a solidão e, por iniciativa própria, pediu para vir para o Benfica. Ainda passou pelo Ajax de Amesterdão, na Holanda, onde esteve três anos – foi aí que nasceu a sua fama de ‘bon vivant’, por ser frequentador assíduo de festas e noitadas.
Despediu-se do futebol no Atlético de Madrid. Pelo menos no campo, já que ainda teve uma experiência como apresentador de televisão no Euro’ 2004. Hoje, segundo disse à PSP no momento da detenção, não tem qualquer ocupação profissional. O CM tentou falar com Dani, mas até ao início da noite o telemóvel esteve desligado.
PORMENORES
MANTEVE A CALMA
Dani foi interceptado junto ao Centro Comercial Amoreiras, em Lisboa. Manteve-se sempre calmo e respondeu a tudo o que os polícias lhe perguntaram.
ZONA DE BARES
Todas as semanas a PSP do Calvário faz operações stop em toda a sua área de actuação: uma zona com 150 bares e discotecas que chamam todas as noites milhares de pessoas.
600 DETIDOS
Só este ano a PSP do Calvário, em Lisboa, já deteve 600 condutores que acusaram taxa de alcoolemia superior a 1,2 g/l. Foram detectados, até esta semana, dois mil condutores sob efeito do álcool. A maioria em operações nocturnas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)