Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Ex-GNR morre atropelado

José Firmino Gonçalves, de 72 anos, morreu ontem atropelado, na EN103, em Serzedelo, Póvoa de Lanhoso. O antigo GNR, reformado, regressava da missa por volta das 18h40, pela berma da estrada, quando foi colhido por um carro. O condutor fugiu e, ao fecho desta edição, ainda não tinha sido identificado pelas autoridades.
25 de Janeiro de 2010 às 00:30
A GNR está a investigar as circunstâncias do acidente
A GNR está a investigar as circunstâncias do acidente FOTO: Sergio Freitas

"O senhor vinha sozinho pela berma e o acidente ocorreu praticamente à porta da sua casa", disse fonte da GNR ao CM. Algumas pessoas que, como José Firmino, também regressavam da igreja de Serzedelo chamaram os bombeiros quando viram a vítima no chão, mas não presenciaram o acidente. Segundo um colega do ex-GNR – que antes de se reformar prestava serviço na Póvoa de Lanhoso –, José Firmino Gonçalves era um homem reservado, vivia com a mulher e tinha um filho. "Os vestígios que ficaram no local do acidente são muito poucos, apenas alguns vidros, e, portanto, ainda não foi possível identificar o condutor", revelou ainda fonte da guarda.

O incidente está a ser investigado pela GNR da Póvoa de Lanhoso, junto com o Núcleo de Investigação Criminal de Braga e a Brigada de Trânsito, a fim de se apurarem as circunstâncias do choque e o condutor poder ser responsabilizado pelo atropelamento e posterior fuga do local.

DESPISTE EM BARCELOS FAZ UM MORTO

Um homem de 29 anos morreu ontem de madrugada na sequência de um despiste. Nuno Ricardo Martins Carvalho, residente em Creixomil, Barcelos, regressava a casa quando, por volta da 1h30 da manhã, se despistou na recta dos Feitos, na EN103. Quando os Bombeiros Voluntários de Barcelos chegaram ao local, Nuno Carvalho já estava morto. O corpo foi transportado para a morgue do Hospital de Barcelos. Segundo fonte da GNR, a recta dos Feitos é conhecida por ser palco de muitos acidentes, visto que não tem protecções laterais e os acidentados embatem com violência nas árvores que ladeiam a estrada. "Naquela zona é raro haver um acidente do qual não resultem feridos graves ou mortes", explica.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)