Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

EX-PROFESSOR NEGA ACUSAÇÃO

O ex-docente do Colégio Salesiano S. João Bosco, em Anadia, acusado da prática de sete crimes de abuso sexual de crianças, negou ontem todos os factos num julgamento à porta fechada para protecção das menores.
1 de Junho de 2004 às 00:00
O início do julgamento decorreu sem incidentes. Alunos e professores manifestaram recentemente, em cartas, apoio a António M., de 49 anos, casado e com dois filhos.
Há mais de um ano que o docente está afastado da carreira por imposição judicial, que o manteve em liberdade sem poder contactar com as alegadas vítimas. Um dos amigos do arguido, sua testemunha abonatória, adiantou ao CM que “António M. é uma pessoa estimada”.
De acordo com a Acusação, António M. terá chamado ao seu gabinete várias alunas, entre os dez e os 13 anos, dos 5.º e 6.º anos, que terá obrigado a despir, tocando-lhes em seguida e exibindo os seus órgãos sexuais. Os abusos terão ocorrido entre os anos lectivos de 1997/98 e 2001/2002.
As audiências prosseguem hoje, à porta fechada, com a inquirição de testemunhas de defesa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)