Ouça interrogatório de viúva de triatleta em tribunal: "Empurraram-me (...) e taparam-me a boca"

Nos áudios exclusivos Rosa Grilo descreve ao pormenor a sua versão do crime.
22.10.18
Ouça as gravações de Rosa Grilo no interrogatório em tribunal

Depois de ter escrito uma longa carta ao Correio da Manhã, a revelar a sua versão do crime, agora é a vez da CMTV mostrar, em exclusivo, as declarações prestadas à juíza Andreia Valadas, no tribunal de Vila Franca de Xira, no dia 28 de setembro. 

Declarações essas que não evitaram o cenário de prisão preventiva, por suspeitas de responsabilidade direta na morte de Luís Miguel Grilo.

Rosa Grilo defende agora que o marido foi assassinado por três homens, por quem o casal já estava a ser ameaçado. A mulher sustenta que não contou antes esta versão porque corria risco de vida. Mas agora, perante a juíza, decidiu explicá-la ao pormenor.

"Empurraram-me e entraram três fulanos (...) taparam-me a boca", disse acrescentando ter ficado "aterrorizada".

Rosa Grilo afirma que Luís Grilo lhe caiu no colo ainda a respirar



Os homens de quem Rosa Grilo fala estavam, alegadamente à procura de diamantes que estariam na posse de Luís Grilo. Quando o triatleta surgiu, os três homens terão passado "a agarrá-lo, a bater-lhe" e a baterem na agora viúva.

Rosa Grilo admite que tinha a arma do amante em casa

Depois do momento da execução de Luís Miguel Grilo, a mulher descreveu à juíza Andreia Valadas o que se passou com o corpo do companheiro, até ao momento em que o filho menor de ambos chegou a casa.

Uma tese a que Rosa Grilo agora se agarra, colocando a culpa do homicídio em terceiros. No entanto, esta continua a levantar muitas questões.    

 



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!