Exibicionista obrigado a tratar impulsos sexuais

Arguido condenado a pena suspensa de três anos e seis meses, em Vila Nova de Gaia.
Por Nelson Rodrigues|30.11.17
Durante três anos, o arguido atormentou diversas menores numa escola dos Carvalhos, Vila Nova de Gaia. Junto às grades do estabelecimento de ensino, o homem, de 59 anos, baixava as calças e mostrava-lhes o pénis enquanto se masturbava. Seguia ainda as alunas, e também mulheres, nos percursos destas para casa, sempre a exibir o órgão sexual.

Exibicionista obrigado a tratar impulsos sexuais
Esta quarta-feira, o exibicionista foi condenado a três anos e meio de prisão, com pena suspensa, e ficou obrigado a realizar um tratamento para controlar os seus impulsos sexuais.

O Tribunal de Gaia deu como provados todos os factos descritos na acusação e valorizou os depoimentos coerentes das vítimas, quatro delas menores, prestados em audiência. O homem, um carpinteiro reformado por invalidez, foi condenado por quatro crimes de abuso sexual de menores e dois de importunação sexual.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!