Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

EXPLOSÃO EM PIROTECNIA DA GUARDA

Uma explosão ocorrida ontem, às 12h30, numa fábrica de pirotecnia do Porto da Carne, concelho da Guarda, originou avultados danos materiais, ainda não contabilizados. Uma mulher ficou ligeiramente ferida ao cair durante a fuga e os trabalhadores apanharam um valente susto.
25 de Julho de 2002 às 23:05
A explosão, que provocou um pequeno foco de incêndio, ocorreu no interior de um edifício da fábrica ‘Pirotecnia das Beiras’, onde é feito o enchimento de cartuchos de foguete, no momento em que era manuseado um bidão contendo alumínio. O proprietário da unidade fabril, Carlos Fernandes, disse ao Correio da Manhã:

"Quando uma funcionária estava a trabalhar na confecção de bombas de foguetes, veio ter comigo e disse-me que tinha aberto um bidão de alumínio que estava em combustão. De imediato mandei retirar todas as pessoas do local e esperámos para ver o que iria acontecer. Cerca de meia-hora após o alarme houve uma explosão na tal casa onde se estava a proceder à confecção das bombas", contou.

Carlos Fernandes adiantou também que depois dos operários terem abandonado o local onde ocorreu a explosão ainda tentou ver se havia possibilidade de actuar com um extintor, “mas depois apercebi-me que era um risco muito grande".

No momento em que os trabalhadores abandonavam o local, uma mulher deu uma queda e fez um pequeno ferimento.

A equipa médica do Instituto Nacional de Emergência Médica, que se deslocou ao local, também teve de tratar uma mulher residente no Porto da Carne que ao abeirar-se da zona onde o acidente ocorreu, se emocionou e entrou em estado de choque.

No local estiveram os bombeiros da Guarda, elementos da Protecção Civil Municipal e da GNR.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)