Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Explosão provocada por uma fuga de gás deixa família queimada

Homem sofreu queimaduras em 90% do corpo, filha está em estado grave e a mulher ficou ligeiramente ferida.
Paula Gonçalves 27 de Agosto de 2019 às 08:44
Explosão em apartamento arrancou portas e janelas projetando-as para o exterior do prédio, em Penacova
Parede das traseiras do edifício também ficou destruída
Explosão em apartamento arrancou portas e janelas projetando-as para o exterior do prédio, em Penacova
Parede das traseiras do edifício também ficou destruída
Explosão em apartamento arrancou portas e janelas projetando-as para o exterior do prédio, em Penacova
Parede das traseiras do edifício também ficou destruída
"Parecia uma bomba. Um estrondo curto e seco e logo depois chamas a saírem pelas portas e janelas do apartamento", conta Carlos Borges, 60 anos, que mora no prédio, em Penacova, onde esta segunda-feira uma explosão provocada por uma fuga de gás causou três feridos, dois dos quais com gravidade.

As vítimas são um casal e a filha, de 22 anos. O homem, de 48 anos, que explora o restaurante nas piscinas da vila, sofreu queimaduras de 2º e 3º grau em 90% do corpo, encontrando-se "entubado, ventilado e estável" no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. A filha tem queimaduras graves e está no Hospital da Prelada, no Porto. A mulher, de 46 anos, já teve alta.

A explosão foi tão forte que tombou uma parede e arrancou portas e janelas, tendo causado danos também nos outros apartamentos e em carros. "Primeiro vimos tudo a ir pelos ares e só depois as labaredas", refere Cristina Oliveira que estava a descansar num apartamento no andar inferior àquele onde ocorreu a explosão, pelas 09h30.

"Pensei que fosse um raio. Com o impacto a minha gata foi ao tecto e caiu. Levantei-me e vi que a minha porta tinha sido arrancada", descreve.

Pouco depois entraram os feridos: "A filha do casal veio pedir água e estava queimada de um dos lados. O senhor estava sem roupa (estaria a tomar banho), e todo queimado".

António Simões, comandante dos bombeiros de Penacova, diz que só aquele apartamento foi afetado. Os bombeiros impediram que se propagasse aos restantes, que só foram atingidos pelo impacto da explosão.

PORMENORES
Gato e furão
A família tinha dois animais no apartamento: um furão e um gato. O primeiro foi retirado pelos bombeiros de Penacova com ferimentos ligeiros. O felino ainda não tinha sido encontrado.

Vários danos
O prédio tem 22 apartamentos, tendo-se registado danos - vidros partidos, portas rebentadas - em alguns. A autarquia estava a fazer a avaliação para verificar as condições de segurança.

Luz acesa
A origem do acidente terá estado numa fuga de gás. Segundo os vizinhos, de manhã quando um dos moradores acendeu uma luz terá ocorrido a explosão, que foi sentida a cerca de dois quilómetros.
Carlos Borges acidentes e desastres Penacova
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)