Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Explosivo de Beirute tinha como destino empresa portuguesa

Substância destinava-se a uma fábrica de explosivos, propriedade da empresa Moura & Silva.
Correio da Manhã 8 de Agosto de 2020 às 21:48
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
Caos e destruição em Beirute: Imagens mostram momento da explosão e destroços na capital do Líbano
As mais de duas mil toneladas de nitrato de amónio que se encontravam num armazém em Beirute e que provocaram duas explosões que devastaram a capital libanesa tinham como destino uma empresa portuguesa.

A notícia é avançada este sábado pelo Público.

De acordo com aquele jornal, a substância destinava-se à Fábrica de Explosivos de Moçambique, propriedade da empresa portuguesa Moura & Silva, sediada na Póvoa de Lanhoso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)