Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Exposição de sucata

Os milhares de pessoas que diariamente percorrem a Praça do Comércio, em Lisboa, serão confrontados, a partir do dia 18, com carros e motos em sucata. “São imagens de choque que visam sensibilizar a população para os perigos da condução dos portugueses”, disse ao CM António Peres, autor da ideia.
13 de Setembro de 2006 às 00:00
Integrada na Semana da Mobilidade e do Dia sem Carros, a exposição ‘Crash – Sinistralidade Rodoviária em Foco’ representa um custo de 350 mil euros, financiado pelas empresas que estarão presentes na Praça do Comércio.
“Cada um dos carros expostos terá o historial do acidente que o deixou em sucata. Também o número de mortos e feridos causados pelos acidentes estarão registados”, diz António Peres. O relações públicas acrescenta que “só com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa é que foi possível obter a posse dos veículos para a exposição”.
“Ao olharem para os carros, as pessoas poderão ter uma abordagem inicial negativa desta exposição, mas penso que é um trabalho extremamente pedagógico”, refere António Peres, enquanto observa alguns dos carros destruídos, que estão armazenados num parque da PSP, em Carnide.
O estado deformado dos veículos impressiona – e é testemunho dos fortes embates de que foram alvo. O objectivo da exposição é mesmo chocar, lutar contra a ilusão bem portuguesa de que um acidente é coisa que “só acontece aos outros”.
António Peres socorre-se das estatísticas para sublinhar a importância desta iniciativa. “Os portugueses, na imagem que têm de si sobre sinistralidade, são completamente o oposto da fria realidade dos números”, refere.
“Segundo dados da Direcção-Geral de Viação, cerca de 84 por cento dos portugueses consideram-se condutores, seguros, atentos, calmos e prudentes”, salienta. Mas, ao mesmo tempo, “quando se lhes pede uma opinião acerca dos outros, demonstram menor optimismo e 86 por cento considera mesmo que os outros são incompetentes, não têm qualquer civismo e são inconscientes, agressivos e perigosos”.
“O resultado desta mentalidade acaba por ser isto”, acrescenta ao mesmo tempo que aponta a sucata existente em Carnide.
Para consciencializar os automobilistas dos perigos da condução irão estar na Praça do Comércio figuras conhecidas do mundo automóvel como Pedro Couceiro, Pedro Lamy e Elisabete Jacinto. Aos visitantes é dada a possibilidade de utilizarem simuladores de condução virtual e de acidentes e realizarem testes de condução defensiva.
PERFIL
António Peres nasceu em Faro há 47 anos. Frequentou o curso de Direito e, aos 22 anos, começou a trabalhar na área do marketing e relações públicas. Desde 2004, quando fundou a empresa Peres and Partners, desenvolve projectos nas áreas de inovação, marketing e design. A vontade de contribuir para acabar com a mortandade nas estradas portuguesas levou-o a empenhar-se na iniciativa ‘Crash’.
SENSIBILIZAR PARA MELHORAR
“Oito dias em 365 podem não mudar atitudes, mas são suficientes para sensibilizar e, por conseguinte, tentar melhorar.” As palavras são do presidente da Câmara de Lisboa, Carmona Rodrigues, que ontem, em conferência de Imprensa, se mostrou confiante na resposta dos cidadãos à Semana da Mobilidade a decorrer entre 17 e 24 de Setembro. O autarca sublinhou ainda que, apesar de a iniciativa de inspiração europeia ‘Um Dia sem Carros’, organizada em Portugal desde há quatro anos, ter apresentado uma fraca adesão, a Câmara não baixa os braços e continuará a apostar na sensibilização rodoviária. “O ‘Dia sem Carros’ ficou muito aquém das expectativas, mas há que criar outras iniciativas que incentivem ao uso do transporte colectivo em detrimento do individual”, reforçou Carmona Rodrigues que não quis deixar de lembrar os frutos que o trabalho da Câmara tem dado à capital com o objectivo de melhorar a vida dos munícipes. “O encerramento de bairros históricos da cidade à circulação automóvel, a iniciativa ‘Lisboa Porta a Porta’, o aumento de faixas BUS, a transferência do terminal do Arco do Cego para Sete-Rios”, enumerou o presidente, aproveitando a ocasião para dar a sua palavra em relação à conclusão das vias Eixo Norte-Sul e CRIL para o início de 2007.
INICIATIVA PELA MOBILIDADE ALTERA ROTINA DE LISBOA
A ‘Semana da Mobilidade’, organizada pela Câmara Municipal de Lisboa, e a decorrer na capital entre 17 e 24 de Setembro, vai contar com várias iniciativas que visam agir sobre a maneira de viver na cidade de Lisboa.
Entre as actividades previstas encontra-se um passeio de bicicleta da GEOTA (Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente), na zona Ribeirinha, e um outro passeio de bicicleta da FPCUB (Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicletas), na Praça do Comércio, que assinalam a inauguração desta semana dedicada ao melhoramento da condição de vida dos lisboetas. Além disso, este primeiro dia contará com a apresentação da Charanga da GNR e desfile a cavalo frente ao Mosteiro dos Jerónimos, concursos de pintura para crianças, exposição e demonstração de automóveis híbridos. Nos restantes dias, destaca-se o condicionamento ao trânsito na zona do Castelo onde irão efectuar-se variadas actividades de entretenimento e lazer, o ‘Workshop ‘Mobilidade em Lisboa’, a decorrer no Welcome Center, e a abertura de dois percursos pedonais que irão ligar o Rossio à Praça de Espanha e o Largo do Intendente ao Largo do Leão. A iniciativa marcará também o encerramento definitivo, no dia 22, das ruas do Bacalhoeiros e dos Armeiros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)