Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Expulso da PSP por forçar a sexo

Chefe Saramago abusa de colega na casa de banho da esquadra.
João Tavares e Miguel Curado 17 de Maio de 2018 às 01:30
Polícia de Segurança Pública
PSP
PSP
PSP
Polícia de Segurança Pública
PSP
PSP
PSP
Polícia de Segurança Pública
PSP
PSP
PSP
Seguiu a colega até à casa de banho da esquadra, beijou-a à força, tentou despi-la e forçá-la a sexo oral. Por essa mesma razão, o chefe da PSP João Saramago, de 43 anos, foi agora expulso da instituição, após despacho do Ministro da Administração Interna, datado de 6 de março.

O crime sexual remonta a 13 de dezembro de 2013, altura em que o também chefe de escuteiros se encontrava em comissão de serviço no Comando da Polícia Municipal de Lisboa. Pelas 15h30 fechou-se com a colega, de 48 anos, na casa de banho e abusou desta.

A vítima foi apalpada, beijada e viu o polícia "pegar-lhe na cabeça, baixando-a até ao seu órgão genital, ordenando que ela lhe fizesse um b...", lia-se na acusação.

O crime foi cometido com o polícia fardado e com a arma à cintura. O Ministério Público diz que o agressor se fez valer da sua força física e porte robusto – mede 1,94 de altura.

Também esta qurta-feira foi anunciada em Diário da República a expulsão do agente principal António Correia, de 58 anos, por despacho de 14 de fevereiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)