Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Expulso de discoteca atira contra segurança

Jovem de 25 anos acabou detido.
Raquel Machado 23 de Maio de 2016 às 01:45
Tiroteio aconteceu à porta da discoteca Pedra do Couto, cujo portão foi fechado momentos antes do incidente violento
Tiroteio aconteceu à porta da discoteca Pedra do Couto, cujo portão foi fechado momentos antes do incidente violento FOTO: CMTV
Enquanto os últimos clientes se preparavam para sair da discoteca Pedra do Couto, Santo Tirso, às 07h30 de domingo, os ânimos exaltaram-se no exterior. Um homem de 25 anos foi expulso pelos seguranças e fez vários disparos à porta do estabelecimento. Tentava acertar no vigilante que o obrigou a sair. Apesar da violência, ninguém ficou ferido.

O suspeito, que reside na cidade do Porto, deslocou-se ao espaço com alguns amigos para aproveitar a noite de sábado. Mas o comportamento inadequado dos elementos do grupo, no interior das instalações, obrigou os vigilantes a atuarem.

Já na rua, o homem, que não aceitou a expulsão, decidiu ir ao carro - do qual retirou uma arma de fogo. Ao aperceber-se das intenções do homem, um dos seguranças fechou o portão de acesso à discoteca. Barrada a entrada, o suspeito elevou a arma sobre o portal, em tom de ameaça, e disparou. Depois de atirar, o jovem fugiu do local, a pé, com os restantes elementos do grupo. De imediato, os vigilantes alertaram a PSP de Santo Tirso, que encontrou o suspeito a poucos quilómetros do local. O jovem foi detido pelas autoridades por ameaças à integridade física e posse ilegal de arma.

Contactado pelo CM, o dono da discoteca Pedra do Couto garantiu que o incidente nada tem a ver com o espaço e que a preocupação da gerência sempre foi "zelar pelos interesses e pela segurança dos clientes". Lamentou o sucedido e indicou que o jovem em causa não seria cliente habitual da casa.

expulsão discoteca tiro segurança vigilantes Pedra do Couto Santo Tirso