Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Falsos invadem Espanha

Muitos têm sido os cidadãos estrangeiros detidos pelas autoridades espanholas por posse de documentos portugueses falsos. A grande maioria dos detidos é de nacionalidade brasileira que, para terem o estatuto de europeus, o qual facilita o acesso a emprego e a outro tipo de regalias, optam por comprar documentos portugueses.
27 de Agosto de 2009 às 00:30
Há milhares de passaportes falsos portugueses a circularem no Mundo
Há milhares de passaportes falsos portugueses a circularem no Mundo FOTO: Vítor Mota

Ontem, as autoridades espanholas detiveram 23 brasileiros em estaleiros de construção civil de Barcelona, que se apresentavam como operários portugueses, mas portadores de documentação falsa. O acesso a um posto de emprego é apontado como a principal causa para a compra de tais documentos por parte dos cidadãos oriundos do Brasil – que chegam a Espanha como simples turistas – que, em determinados casos, até pediam subsídio de desemprego após despedimento.

A denúncia de um funcionário dos serviços de emprego, que percebeu que um documento apresentado por um brasileiro tinha o mesmo número de um português, levou a que as autoridades iniciassem uma investigação de várias semanas. Ontem, o desfecho chegou com a detenção dos 23 cidadãos brasileiros, após terem sido feitas várias rusgas em estaleiros de obras.

Há três dias, nas zonas de Pamplona, Tudela e Vitória, também em Espanha, três cidadãos brasileiros foram detidos pelas autoridades por terem apresentado documentos portugueses falsos. O trio, que havia mesmo montado uma empresa de prestação de serviços na área da construção civil recorrendo a documentos portugueses, já tinha entrado com os papéis para conseguirem autorização de residência.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros português, contactado pelo CM, diz nada saber sobre esta situação. "Oficialmente não temos conhecimento, as autoridades espanholas ainda não nos comunicaram nada", disse Eduardo Saraiva, assessor da Secretaria de Estado das Comunidades.

PORMENORES

ASSALTO EM BRUXELAS

Em Agosto de 2008, a embaixada portuguesa em Bruxelas foi assaltada. Levaram 60 passaportes e vinhetas de visto.

REDE DESMANTELADA

As autoridades tailandesas desmantelaram, em 2006, uma rede de falsificação de passaportes portugueses. Foram apreendidos 400 e outros tantos Bilhetes de Identidade.

INGLÊS DETIDO

Um britânico que se preparava para fazer a ligação aérea entre Banguecoque e a Escócia foi detido com 452 passaportes, 125 dos quais portugueses.

DEZ A 15 MILHÕES

Há três anos, estimava-se que, em todo o Mundo, andassem a circular entre dez a 15 milhões de passaportes falsos.

7100 PORTUGUESES

O FBI calculava que, em 2003, 7100 passaportes portugueses roubados em várias embaixadas e consulados de todo o mundo estavam no mercado.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)