Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

FALSOS POLÍCIAS ATACAM

Uma mulher foi assaltada e agredida por falsos polícias, que pretendiam cobrar uma 'multa' por excesso de velocidade. Depois de terem sido descobertos, os assaltantes tentaram prender na bagageira do carro a vítima, que conseguiu escapar e refugiar-se numa residência próxima do local da falsa operação 'stop', na freguesia de S. Pedro d'Arcos, Ponte de Lima.
10 de Abril de 2003 às 00:00
Maria Alice rocha estranhou o à-vontade dos falsos polícias
Maria Alice rocha estranhou o à-vontade dos falsos polícias FOTO: Rui Moreira
A enfermeira Anabela Gonçalves, que tem 25 anos e trabalha no Hospital Conde Bertiandos, deslocava-se na EN 202 em direcção a Viana do Castelo, quando, pelas 23h30 de anteontem e a poucos metros de casa, recebeu a ordem de paragem de dois indivíduos, que usavam um automóvel cinzento, de marca Audi, com um pirilampo de cor azul e uma sirene.
Os assaltantes terão seguido a vítima desde Ponte de Lima, tendo-a ultrapassado por forma a poderem esperar na berma da estrada. Depois de terem alertado a condutora para o facto de alegadamente seguir em alta velocidade, os falsos polícias pediram os documentos, mas a enfermeira resolveu solicitar a identificação dos 'agentes', ao que estes responderam que não estariam para brincadeiras, porque tinham uns colegas à espera.
Depois de Anabela Gonçalves voltar a pôr em causa a autoridade dos assaltantes, estes resolveram então tirá-la à força do banco de condutor, roubaram-lhe a bolsa - onde tinha cerca de 50 euros, documentos e cartões Multibanco, já anulados - e encaminharam-na para a bagageira da viatura quando a vítima começou a gritar pedindo por socorro. Foi então que o presidente da Junta de Freguesia de S. Pedro d'Arcos e a mulher, que moram a cerca de 50 metros do local, saíram à rua. "O meu marido pediu-me os cartuchos e pegou na caçadeira para ir atrás deles, mas fugiram depois da mulher ter conseguido dar um pontapé num e correr para a nossa casa", contou ontem ao CM Maria Alice Rocha, adiantando que Anabela Gonçalves "tinha sido agredida e estava muito magoada, porque tentaram metê-la à força na bagageira, que é muito pequena".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)