Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

“Falta igualdade entre gerações”

"Estão roubando o nosso futuro", foi a frase brasileira que Maria José Morgado utilizou para revelar a inquietação de Saldanha Sanches, falecido em Maio de 2010, com a "desigualdade intergeracional que no nosso país se traduz pela hipoteca do futuro dos jovens, devido às derrapagens das contas públicas e à corrupção".
11 de Março de 2011 às 00:30
“Os jovens não têm praticamente direitos”, disse Maria José Morgado
“Os jovens não têm praticamente direitos”, disse Maria José Morgado FOTO: Bruno Colaço

A afirmação, a propósito do anúncio de protestos dos jovens contra a precarização, foi feita ontem, na apresentação do livro ‘Em Memória de Saldanha Sanches, Transparência, Justiça, Liberdade’, na Fnac do Chiado, em Lisboa.

Estavam presentes os coordenadores da obra, Domitília Soares e Luís de Sousa, e vários autores dos textos nela incluídos, como a própria Maria José Morgado, companheira do homenageado, José Adelino Maltês e Paulo Morais. A apresentação do livro coube a Miguel Oliveira e Silva, amigo frequente de Saldanha Sanches. Médico e professor, focou as "opções fundamentais" que explicam o lutador e o seu legado: o compromisso político, a fidelidade à família e a paixão pelo direito fiscal. A concluir sugeriu as gargalhadas que ele daria ao ver "um autarca que tanto o ameaçou" entrar em Belém para a recepção dada por Cavaco Silva.

SALDANHA SANCHES FISCALISTA HOMENAGEM MARIA JOSÉ MORGADO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)