Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Família de fadista assassinado em Lisboa faz queixa juiz

O magistrado alterou a medida de coação de Flávio Fernandes, o homicida, de prisão preventiva para prisão domiciliária.
Miguel Curado 29 de Setembro de 2022 às 08:40
José Luís ‘Pintarolas’ foi morto
José Luís ‘Pintarolas’ foi morto FOTO: DIREITOS RESERVADOS
A família de José Luís ‘Pintarolas’, o fadista amador morto a tiro em Chelas, Lisboa, a 12 de maio, queixou-se na Justiça contra o juiz de instrução João Bártolo.

O magistrado alterou a medida de coação de Flávio Fernandes, o homicida, de prisão preventiva para prisão domiciliária, porque, garante a família da vítima, “deferiu um documento médico em que o homicida diz ser diabético”.

“Só soubemos da alteração pelo CM. Existe o receio de fuga do arguido”, explicou ao CM Correia de Almeida, advogado da família de ‘Pintarolas’.
Lisboa José Luís ‘Pintarolas João Bártolo Chelas Justiça crime lei e justiça questões sociais
Ver comentários