Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Família de morto ameaça GNR (COM VÍDEO)

A absolvição do GNR Pedro Carvalho, acusado de matar um jovem durante uma perseguição policial, causou a revolta entre a família da vítima, que ameaçou o agente. Gritos, empurrões e ameaças às autoridades culminaram na expulsão da família do Tribunal de São João Novo, do Porto. Os desacatos tiveram início quando a mãe de Vítor Cruz, a vítima mortal, se exaltou e, aos gritos, acusou a juíza de deixar sair um "criminoso" em liberdade.
20 de Maio de 2009 às 00:14
Família da vítima teve de ser expulsa do tribunal
Família da vítima teve de ser expulsa do tribunal FOTO: Gisela Caridade

'Filho da p..., ele matou o meu filho e sai em liberdade. Não aguento esta injustiça, o meu filho morreu. Se fosse o filho dela queria ver o que é que ela fazia', gritava. A PSP tentou acalmar a situação, mas acabou por ser alvo de insultos, empurrões e ameaças. Os familiares foram expulsos do tribunal, mas nem por isso arredaram pé do local. Esperaram pela saída do GNR, que foi escoltado num carro da PSP, para o insultar.

Ver comentários