Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Família de taxista morto à espera de funeral

Autópsia já foi realizada e o relatório já terá sido entregue à Judiciária.
M.C. 24 de Maio de 2017 às 08:37
Gentil Gomes tinha 57 anos
Vítima de 57 anos foi encontrada por populares a esvair-se em sangue numa praceta da Amadora, caída ao lado do táxi que conduzia
O local onde o corpo do taxista foi encontrado
Crime aconteceu na Augusto Castilho, na Amadora
Gentil Gomes tinha 57 anos
Vítima de 57 anos foi encontrada por populares a esvair-se em sangue numa praceta da Amadora, caída ao lado do táxi que conduzia
O local onde o corpo do taxista foi encontrado
Crime aconteceu na Augusto Castilho, na Amadora
Gentil Gomes tinha 57 anos
Vítima de 57 anos foi encontrada por populares a esvair-se em sangue numa praceta da Amadora, caída ao lado do táxi que conduzia
O local onde o corpo do taxista foi encontrado
Crime aconteceu na Augusto Castilho, na Amadora
O cadáver de Gentil Gomes, taxista de 57 anos morto à facada no sábado na Damaia, Amadora, ainda está no Instituto de Medicina Legal, em Lisboa.

A autópsia já foi realizada, e o relatório já terá sido entregue à Judiciária, que investiga.

A trasladação do corpo de Gentil Gomes para Gosende, Viseu, onde será realizado o funeral em data a determinar, aguarda por pormenores.
Gentil Gomes Gosende Instituto de Medicina Legal Damaia Amadora Lisboa Judiciária Viseu morte taxista
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)