Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

FAMÍLIA DESTRUÍDA

O homem estava em estado de choque e não conseguiu explicar as causas do acidente que ontem de manhã, na Auto-estrada do Norte (A1), provocou a morte de uma filha de 23 anos e deixou a outra, de 17, em coma.
23 de Fevereiro de 2004 às 00:00
“Disse, somente, que tinha sentido uma rabanada de vento e o carro atravessara-se”, contou ao Correio da Manhã um militar da Brigada de Trânsito da GNR, Destacamento do Carregado, que esteve presente no acidente.
Eram cerca de 10h00. A viatura, um Renault Laguna, circulava em direcção a Lisboa quando entrou em despiste.
“Embateu primeiro à direita, na ponte de Aveiras e acabou por ficar imobilizada sobre o separador central da auto-estrada”, contou o elemento da BT.
Dentro do automóvel viajava uma família de Alcains, Castelo Branco. Pai, mãe e duas filhas.
O casal sofreu ferimentos ligeiros, como escoriações, pelo que, transportado ao Hospital de Vila Franca de Xira, teve alta ainda durante a tarde de ontem, adiantou ao CM o chefe da equipa do Serviço de Urgência.
Já a filha mais velha, com 23 anos, também transportada àquela unidade de saúde, entrou já cadáver, revelou o mesmo responsável, acrescentando que a quarta vítima do acidente foi transferida para Lisboa, para o Hospital de S. José.
A vítima de 17 anos viajou num helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica, dando entrada no Hospital pelas 12h00, em estado de coma, salientou uma fonte policial. Segundo testemunhos recolhidos no local, a jovem que sucumbiu aos ferimentos foi projectada da viatura quando esta entrou em despiste.
“Ficou deitada sobre o separador central da auto-estrada mas a equipa do INEM que a assistiu no local não confirmou o óbito. Foi só no hospital que o fizeram”, referiu um militar da BT.
O acidente obrigou ao encerramento da A1, sentido Norte-Sul, durante cerca de duas horas, entre as 10h00 e as 12h10, facto que originou grandes filas de trânsito. Mas os condutores, avisados do sucedido devido aos meios de socorro que viam chegar ao local – sete ambulâncias, dois carros de desencarceramento, um autotanque e um helicóptero – mantiveram a calma.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)