Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Família pede 25 anos para assassino do Intermarché

O advogado da família de António Figueira, o ex-presidente em Portugal do Intermarché, pediu ontem ao Tribunal de Leiria a aplicação da pena máxima (25 anos de cadeia) a Marc Lastavel, por considerar que matou o ex-patrão com intenção e crueldade.
10 de Julho de 2009 às 00:30
Lastavel mostrou-se arrependido e pediu desculpa à família da vítima
Lastavel mostrou-se arrependido e pediu desculpa à família da vítima FOTO: Rui Miguel Pedrosa

Nas alegações finais do julgamento, o procurador do Ministério Público admitiu que pode não ter havido premeditação do crime, mas defendeu que não ficaram dúvidas de que "a vítima foi executada pelo arguido". Já a Defesa do francês tentou explorar eventuais fragilidades na prova produzida para pedir o enquadramento do crime na figura de homicídio simples.

Lastavel mostrou-se arrependido. Disse que "se pudesse, dava a vida para que o senhor Figueira voltasse a viver". A leitura do acórdão ficou marcada para dia 17.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)