Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Família portuguesa vendia mulheres para sexo dentro de bar em Espanha

Polícia deteve 21 pessoas, libertou oito mulheres e apreendeu droga.
João Tavares 11 de Junho de 2019 às 01:30
Megaoperação da polícia espanhola libertou oito mulheres que eram escravizadas
Autoridades fizeram quatro buscas e apreenderam mil euros
Material recuperado
Megaoperação da polícia espanhola libertou oito mulheres que eram escravizadas
Autoridades fizeram quatro buscas e apreenderam mil euros
Material recuperado
Megaoperação da polícia espanhola libertou oito mulheres que eram escravizadas
Autoridades fizeram quatro buscas e apreenderam mil euros
Material recuperado
A casa funcionava como um bar – aberto 24 horas – mas no sótão comercializava-se sexo. E tudo a mando de uma família portuguesa, que tinha montado este bordel em Marbelha, Espanha, onde oito mulheres eram escravizadas e castigadas.

Algumas tinham sido atraídas até àquele local com a promessa de trabalharem numa "casa de massagens". Um negócio de sexo e drogas que a polícia espanhola desmantelou agora.

O comando desta rede de prostituição era composto por seis portugueses, todos eles familiares. Foram também detidos 15 operacionais, entre funcionários do bar e seguranças.

Uma megaoperação da polícia que culminou com 21 detenções, bem como com a apreensão de diversas drogas, que seriam para vender aos clientes do espaço.

As mulheres – cujas identidades não foram divulgadas – eram recrutadas em Espanha e mantidas sob sequestro dentro das instalações.

Eram despojadas dos documentos pessoais, fortemente vigiadas por seguranças e castigadas se quebrassem as regras.

Recebiam apenas uma pequena parte do valor dos negócios de sexo.

Grupo vendia drogas aos clientes
Além dos negócios de sexo, a família portuguesa está ainda indiciada de crimes de tráfico de droga. A rede é suspeita de vender droga aos clientes daquele espaço.

Em quatro buscas efetuadas, a polícia espanhola apreendeu 55 gramas de MDMA, cinco de cocaína, haxixe, mil euros em dinheiro e ainda quatro notas falsas de 100 euros.

A polícia apanhou ainda vários computadores, telemóveis, armas brancas e documentos.
Marbelha Espanha MDMA crime lei e justiça questões sociais investigação polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)