Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Farmácia vende menos

Mais de 50 mil embalagens de medicamentos não sujeitos a receita médica foram vendidos fora das farmácias entre Setembro de 2005 e Maio deste ano, tendo-se registado um decréscimo das vendas que a autoridade do medicamento está a investigar.
20 de Julho de 2006 às 00:00
Segundo o Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (Infarmed), das 161 entidades registadas, 44 reportaram as vendas, relativas a 51 locais.
Entre Setembro de 2005 e Maio de 2006 foram vendidas 50 131 embalagens de daqueles medicamentos, num total de 219 806 euros.
Segundo o Infarmed, “nos últimos meses tem-se registado um decréscimo das vendas”, o que levou este organismo a “investigar as possíveis razões para este facto”.
Os analgésicos e antipiréticos foram os medicamentos mais vendidos fora das farmácias, representando 26,5 por cento do total das unidades vendidas. A substância activa mais vendida foi o paracetamol.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)