Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

FARMÁCIAS ROUBADAS

Um indivíduo encapuzado e armado com uma caçadeira será o autor de dois assaltos em farmácias do concelho de Gaia, o que está a deixar as autoridades locais preocupadas.
31 de Janeiro de 2003 às 00:00
Uma das invadidas, anteontem, foi a Farmácia Manso Preto, em Grijó, Gaia, de onde um homem levou 500 euros, fugindo num Opel Corsa sem matrícula e com o vidro traseiro partido, segundo informou o proprietário do estabelecimento.

Eram cerca das 19h20 quando o indivíduo entrou na farmácia, saltou o balcão e de arma empunhada anunciou que era um assalto, obrigando o dono da farmácia a entregar o dinheiro da caixa registadora.
“Ninguém reagiu. Nem as funcionárias nem os cinco clientes que estavam no interior da farmácia. Depois de pegar no dinheiro, cerca de 500 euros, perguntou-me se não havia mais, antes de se retirar calmamente sem ser agressivo, dirigindo-se para um carro que deixara estacionado junto ao posto de combustíveis da Repsol”, contou o dono, Hugo Sá.

Na tentativa de reaver o dinheiro, Hugo Sá perseguiu o assaltante até ao carro, para lhe impedir a fuga. Aproveitando o facto de a viatura demorar a pegar, tentou abrir a porta do lado contrário do condutor para o enfrentar. Foi então que o carro começou a trabalhar e arrancou.

Hugo Sá deslocou-se então ao posto da GNR dos Carvalhos, onde apresentou queixa e foi informado de que o caso transitou para a Judiciária.

As autoridades desconfiam que o encapuzado seja o mesmo que assaltou a Farmácia Pestana, em Arcozelo, de onde levou mil euros, como noticiámos ontem.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)