Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Fármaco ilibado de mortes

O laboratório Abbott foi ilibado de responsabilidade nas quatro mortes registadas durante um ensaio clínico no Hospital de São João, segundo comunicado da empresa.
8 de Dezembro de 2007 às 00:00
A marca, produtora do medicamento ‘Humira’, indicado para a artrite reumatóide, sublinha que nunca propôs um acordo financeiro à família de uma das doentes falecidas e que o medicamento foi aprovado pela Autoridade Reguladora Europeia.
As mortes foram participadas ao Ministério Público pelo filho de uma das vítimas, Felícia Moreira, que morreu em 2004, aos 59 anos.
A acusação referente a esse óbito foi deduzida contra um clínico do hospital portuense a 14 de Novembro, pelo crime de homicídio por negligência grosseira.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)