Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

FÁTIMA NÃO CONSEGUE TRATAR ESGOTOS URBANOS

Os atentados ambientais voltaram ontem aos distritos de Leiria e Santarém, com mais uma descarga poluidora na ribeira dos Milagres e a denúncia de que a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Fátima está a despejar efluentes não tratados para a ribeira de Seiça.
17 de Julho de 2003 às 00:00
 A ribeira dos Milagres, um dos afluentes do rio Lis, voltou a ser atingida por uma descarga poluidora
A ribeira dos Milagres, um dos afluentes do rio Lis, voltou a ser atingida por uma descarga poluidora FOTO: Paulo Cunha/Agência Lusa
A Câmara Municipal de Ourém, através do vereador Manuel Neto, explicou que a ETAR de Fátima "não trata os efluentes", porque "tem 30 anos" e "só faz figura de corpo presente", apesar de servir os sete mil residentes fixos da freguesia e o fluxo anual de cinco milhões de turistas.
Até agora a estrutura nunca tinha dado problemas porque a maior parte dos esgotos se perdia pelos algares do maciço calcário estremenho, devido às fissuras nos colectores.
Há um mês, os colectores foram reparados e a ETAR passou a receber "uma grande quantidade de efluentes", que por falta de capacidade são despejados sem tratamento numa das cabeceiras da Ribeira de Seiça, disse Manuel Neto.
Dentro de um ano, Fátima será servida pela ETAR de Vale de Cavalos, ainda em construção, que vai ter capacidade para receber os esgotos de 33 mil habitantes, graças a um investimento de 800 mil contos.
Até lá, há duas hipóteses: a construção de um emissário até à ETAR de Seiça, actualmente a 40 por cento da sua capacidade, ou a transfega dos efluentes, disse Peixinho Cristo, administrador da SIMLIS, a empresa que está a estudar o assunto com a autarquia de Ourém.
Entretanto, um dia após o anúncio do projecto de despoluição da bacia do rio Lis, avaliado em 50 milhões de euros, uma nova descarga poluidora, ao que se presume de uma suinicultura, atingiu ontem a ribeira dos Milagres.
Ao início da manhã, a ribeira, afluente do Lis, apresentava uma cor escura e um cheiro intenso. A GNR e fiscais da Direcção Regional de Ambientes estiveram no local.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)