Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Amadora: morto após fazer reparo a jovem

Homem de 68 anos foi agredido e atirado ao chão.
Magali Pinto e Tânia Laranjo 19 de Dezembro de 2015 às 04:30
Polícia Judiciária está a investigar o crime
Polícia Judiciária está a investigar o crime FOTO: Pedro Catarino
Uma chamada de atenção que terminou da forma mais trágica. Um homem de 68 anos morreu 24 horas depois de ter sido agredido e atirado ao chão por um jovem de 19 anos. A vítima bateu com a cabeça e um dia depois morreu depois de ser operado. O crime aconteceu no passado dia 4, na Amadora. O homicida já está em prisão preventiva.

Não se sabe ao certo o que aconteceu, mas tudo indica que a vítima chamou a atenção do jovem que estava no interior de um carro com alguns amigos, o que levou a uma discussão. O jovem detido pela PJ acabou por confrontar o homem no passeio e segundo a Polícia Judiciária "agrediu-o de forma muito violenta, provocando-lhe uma grave queda no passeio".

A vítima foi transportada ao hospital Amadora-Sintra, mas tendo em conta os ferimentos graves, sobretudo na cabeça, foi depois transferida para o Hospital de S. Francisco Xavier em Lisboa. Acabou por morrer depois de ser operado nesta unidade hospitalar.

O caso foi inicialmente transmitido à PSP da Amadora por uma irmã da vítima mortal. O jovem de 19 anos estava já identificado pelas autoridades e foi agora localizado e detido pelos inspetores da Polícia Judiciária de Lisboa. Presente a um juiz de instrução criminal ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

O jovem está indiciado pelo crime de ofensa à integridade física qualificada, agravada pelo resultado que foi a morte da vítima.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)