Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

FEDERAÇÃO UNE CLUBES LISBOETAS

As mais de 400 colectividades do distrito de Lisboa filiadas no movimento associativo português decidiram avançar com a criação da Federação das Colectividades do Distrito de Lisboa (FCDL), entidade capaz de aglutinar os 784 clubes populares que existem na área da metrópole lisboeta.
8 de Fevereiro de 2004 às 00:00
As colectividades lisboetas vão poder reivindicar a uma só voz
As colectividades lisboetas vão poder reivindicar a uma só voz FOTO: Tiago Sousa Dias
"Um marco na história do movimento associativo da cidade e zonas limítrofes", como revela ao Correio da Manhã Artur Martins, presidente da direcção da Confederação Portuguesa de Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD).
A decisão foi tomada no plenário realizado ontem à tarde, nas instalações da Universidade Lusófona, ao Campo Grande, em Lisboa, e permitirá fazer a interligação concelhia do trabalho feito pelas agremiações do distrito.
A partir daqui serão dados os passos fundamentais para que possa ser eleita a FCDL, dentro de quatro ou cinco meses. Até lá serão criadas as comissões instaladora e eleitoral, bem como elaborado o projecto de estatutos.
O aparecimento da federação é tido como crucial numa altura em que "as dificuldades para levar as pessoas às associações, a participar, são cada vez maiores. Trabalhar por carolice não é fácil e ninguém quer assumir essa missão", reconheceu ao nosso jornal Fernando Alves, líder da Associação das Colectividades do Distrito de Lisboa (ACDL).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)